cdc-chagas-disease

A data a ser lembrada no dia 14 de abril foi acatada na 72ª Assembleia Mundial de Saúde, em Genebra

A proposta de um dia para a mobilização e a conscientização sobre a doença de Chagas foi aprovada durante a 72ª Assembleia Mundial da Saúde, realizada na Suíça com representantes dos estados-membros da Organização Mundial da Saúde (OMS). O Dia Mundial da Doença de Chagas passa a ser celebrado internacionalmente no dia 14 de abril, uma alusão ao dia em que Carlos Chagas fez, em 1909, o diagnóstico do primeiro paciente, a brasileira Berenice Soares de Moura.

Considerada uma das doenças tropicais negligenciadas, a doença de Chagas acomete principalmente pessoas em situação de vulnerabilidade social. Desta forma, o dia mundial é uma reivindicação por mais visibilidade para os desafios relacionados ao enfrentamento e ao convívio com a enfermidade. Segundo dados da OMS, a doença atinge entre 6 e 7 milhões de pessoas mundialmente, com prevalência maior entre populações pobres da América Latina.

Diversos fatores estão associados à doença em comunidades mais vulneráveis, como condições precárias de moradia e de saneamento básico, além das dificuldades de acesso à saúde pública - situações que desafiam as estratégias de controle da transmissão e de tratamento em tempo oportuno. Agindo de forma silenciosa, a doença pode evoluir para complicações cardíacas e digestivas, podendo levar as pessoas acometidas à morte.

Anteriormente restrita à América Latina, a doença de Chagas chegou a outros continentes e teve casos confirmados na América do Norte, na Europa e na Ásia nos últimos 20 anos. A disseminação da doença não se restringe à ação dos insetos conhecidos como barbeiros, que carregam o parasita Trypanosoma cruzi. Ela também pode ser transmitida por meio de transfusões de sangue, transplantes de órgãos e ingestão de alimentos contaminados.

Dia Mundial

A mobilização pela data foi liderada pela Federação Internacional de Associações de Pessoas Afetadas com Doença de Chagas (FINDECHAGAS), contando com o apoio de outras organizações, centros de pesquisa, universidades e movimentos sociais. Mais de 10 mil assinaturas foram coletadas e levadas à Assembleia Mundial de Saúde. A resolução que institui o Dia Mundial foi anunciada no dia 24 de maio, decisão encaminhada para ser formalizada nesta terça-feira, 28, na ocasião da plenária final da Assembleia.