Locais de atuação: Região Metropolitana de Recife

Coordenação: Danielle Moura

O projeto promove o fortalecimento de grupos de autocuidado em hanseníase através das estratégias de monitoramento para apoiar no planejamento de atividades e na superação dos problemas identificados. São realizadas visitas técnicas, reuniões periódicas e aplicação de instrumentos para avaliar a progressão das condições de saúde e outros aspectos dos participantes dos grupos.

Dentro dos grupos, as pessoas atingidas pela hanseníase são estimuladas a aderir às práticas de autocuidado para que possam prevenir, reduzir ou estabilizar as incapacidades resultantes da doença. A dinâmica dos grupos também busca reduzir as limitações físicas e psicossociais para os participantes, fortalecendo espaços para discussão e trocas de experiências. Com o vínculo da universidade, o projeto também promove a formação de novos profissionais de saúde com um olhar mais próximo das pessoas atingidas pela hanseníase.

Atualmente, há grupos formados em seis policlínicas de Recife: Clementino Fraga, Lessa de Andrade, Pina, Albert Sabin, Ivo Rabelo e Salomão Kelner. Também há grupos na unidade estadual Hospital Otávio de Freitas, em Recife, e em unidade de referência no município de Cabo. Atendendo à solicitação da Secretaria de Saúde do Estado de Pernambuco, a equipe acompanha um grupo recém-formado no município de Aliança.