Territórios Estigmatizados pela Hanseníase

Coordenação: Alberto Novaes (Universidade Federal do Ceará)

Locais de atuação: Floriano, Piauí.

Projeto piloto para implementar estratégias para a redução do estigma relativo à hanseníase no ambiente escolar e comunitário, considerando a escola como importante espaço de formação e a imersão na comunidade como estratégia que alcança públicos além das pessoas que acessam os serviços de saúde. A atuação em Floriano é uma continuidade de estudo realizado em 2018, que identificou contextos de estigma social e autoestigma em um município de elevada endemicidade para a hanseníase.

Além de ampliar o conhecimento destes públicos sobre a hanseníase e de avaliar o estigma relativo à doença, o projeto objetiva desenvolver um manual operacional para descrever as estratégias implementadas no ambiente escolar e comunitário.

Estratégias para Redução de Estigma

Coordenação: Milena Portela (Secretaria Municipal de Saúde de Floriano)

Locais de atuação: Floriano, Piauí.

Projeto voltado para a implementação de estratégias recomendadas no Seminário sobre Estigma em Floriano, realizado em 2018 com representantes da gestão municipal, universidades, movimento social e organizações da sociedade civil.

Uma agenda de prioridades envolve cursos, sensibilização com gestores e profissionais de saúde sobre estigma, com ponto focal para articulação na coordenação do Programa de Controle da Hanseníase. A iniciativa se desenvolve em parceria e diálogo com o projeto Territórios Estigmatizados pela Hanseníase.

Campanha de conscientização

Coordenação: Thaís Brito (NHR Brasil)

Locais de atuação: Ceará, Bahia, Pernambuco, Piauí e Rondônia.

Elaboração e divulgação de campanha com materiais e estratégias de comunicação para conscientização sobre o estigma e enfrentamento das atitudes e práticas discriminatórias em relação às pessoas e famílias acometidas pela hanseníase.

A campanha, em elaboração para o segundo semestre de 2019, será direcionada para uso dos materiais em projetos da NHR Brasil que trabalham com a população e profissionais de saúde, podendo também ter materiais e estratégias disponibilizadas para outros parceiros e organizações.