WhatsApp Image 2019 09 26 at 06.55.48

Estudantes produziram textos sobre hanseníase e estigma

Sete alunos da escola municipal Odorico Castelo Branco, na cidade de Floriano (Piauí), foram premiados em concurso de redações sobre hanseníase. A entrega dos prêmios foi realizada no dia 25 de setembro, com cerimônia que incluiu dramatização dos alunos sobre a doença e o desfile do Garoto e Garota “Preconceito Zero”.

O I Concurso de Redação para Escolares teve participação de alunos do 6º ao 9º ano, além da modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA). O objetivo da iniciativa foi estimular o conhecimento sobre a hanseníase entre alunos e professores. Foram 30 redações concorrentes, tendo como tema “Hanseníase tem cura: cure-se da discriminação”. Confira a lista de premiados:

Modalidade A - 6º e 7º ano

1º lugar - Joana Batista Nerys (13 anos)
Prêmio: Tablet (doado pelas Secretarias Municipais de Saúde e Educação)

2º lugar - Maria Vitoria dos Santos (13 anos)
Prêmio: Kit escolar (doado pela NHR Brasil)

3º lugar - Joelnnayra Rodrigues Silva (13 anos)
Prêmio: Kit com brindes diversos (doado pelo Morhan Piauí)

Modalidade B - 8º e 9º ano

1º lugar - Maximiliano Rodrigues Barbosa de Sousa (14 anos)
Prêmio: Tablet (doado pelas Secretarias Municipais de Saúde e Educação)

2º lugar - Ilanna Carvalho Sá (13 anos)
Prêmio: Kit escolar (doado pela NHR Brasil)

3º lugar - Maria Rita Barbosa Luz (12 anos)
Prêmio: Kit com brindes diversos (doado pelo Morhan Piauí)

Modalidade C - EJA

Gracielly Soares Correia (15 anos)
Prêmio: kit com brindes diversos

A cerimônia de entrega dos prêmios contou com a presença de Joab Curvina, secretário municipal de Educação; da coordenadora municipal da Hanseníase, Milena Portela; e dos representantes do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan) no Piauí, Ruimar Batista e Rita Porto.

concurso-redacoes-hanseniase

Também estiveram presentes a diretora da escola Odorico Castelo Branco, Isaurina Rocha; a coordenadora geral pedagógica, Joseires Barros; a coordenadora pedagógica da zona urbana, Reuzileide Nogueira; a representante da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), Dalva Dantas; e a representante da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da equipe do projeto pela NHR Brasil, Thainá Bessa.

A iniciativa foi idealizada pelo Morhan Piauí e integra as atividades do projeto Territórios Estigmatizados pela Hanseníase, que visa estratégias e ações para enfrentar o estigma vinculado à doença no município.

Confira aqui a galeria de fotos da cerimônia de entrega dos prêmios